Pornografia online


Por Ricardo Kohn, Escritor.

Era só o que faltava: “vírus pornográfico” ataca milhões de usuários de uma certa rede social. Alastrou-se pelo mundo inteiro, tal “jato hipersônico”, próximo à velocidade da luz. Essa troça de mal gosto ficou, durante cerca de 15 horas, a multiplicar-se de forma exponencial. Enfim, viveu-se horas de “terror internacional”.

De fato, os usuários mais pesados (heavy users), muito viciados em computador pessoal, logo perceberam que o vírus não estava em seus equipamentos, mas na própria rede em que fora “instalado”. Assim, o ataque era irreal, apenas função das “imagens virais” que afetavam a moral religiosa e pudica de usuários da rede.

A equipe técnica da empresa responsável pela rede, como era previsto, solucionou o problema: eliminou todas as “imagens perniciosas” durante a noite. Dessa forma, hoje tudo voltou ao normal. As páginas de usuários em pânico amanheceram “limpas”, sem as visíveis “ofertas sexuais”, que tanto constrangem cidadãos hipócritas e cínicos.

Ontem, minha página foi “invadida” apenas uma vez. Quando percebi, limpei-a. No entanto, recebi incontáveis mensagens de seres desesperados, a pedir coisas estranhas: ─ “Formate o HD de seu laptop!”. Cansado, acabei por responder: “Com certeza, farei essa estupidez”. Afinal, diria o quê?

O chamado “vírus de computador” é um código criado por delinquentes (hackers), que se instala na máquina e os permitem “roubar documentos pessoais”, “movimentar a conta bancária de terceiros”, “apagar softwares e arquivos”, dentre outras façanhas. Contudo, os prejuízos das vítimas de hackers são limitados e, via de regra, resolvidos sem grandes perdas.

Vírus bêbadoEntretanto, há o “vírus da sociedade” que é implacável e mais poderoso que os criados pelos hackers. Embora ainda não se saiba quem o identificou, recebeu o nome científico “Cleptocratas ssp”. Porém, é mais conhecido pelo nome vulgar: Corrupto.

Sem dúvida, as ações do “Cleptocratas ssp” são depravações de princípios. E é fato que delas derivam torturas, assassinatos, latrocínios, peculatos, desvios do erário público, lavagens de dinheiro, evasão de divisas, enriquecimento ilícito dos companheiros e, por fim, a miséria dos povos que dominam. Treinaram várias quadrilhas especializadas deCleptocratas”, visando a cumprir com essas metas.

De toda forma, concluo que criaram cenários de pornografia social, pois copulam sem parar com a vida dos cidadãos; levam-nos a quadros lamentáveis após as sevícias que sofrem.

Mas, de toda forma, é muito curiosa a atitude dos usuários das redes sociais. Pelo menos no Brasil, partilham com amigos fotos e vídeos com diversos “Cleptocratas brasiliensis”. Fazem críticas a esses seres elementares, acossam-nos sem parar, mas se esquecem que isso ilustra a própria disposição em aceitar a “pornografia admitida”.

A propósito, alguém tem ideia de quem seriam os hackers e crackers que inoculam vírus em redes de computadores? Isso é essencial para puni-los, trancafia-los em penitenciárias.

Paradoxalmente, muito embora todos os “Cleptocratas brasiliensis” sejam mundialmente conhecidos como ladrões públicos, perambulam livres pelas ruas, acima de qualquer punição e, pasmem, fazem planos para o futuro!

2 pensamentos sobre “Pornografia online

Aguarde nossa resposta...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s