Vaias para a Fifa e etc.


Verifica-se a ocorrência de distúrbios e conflitos de valores há muito consagrados no mundo. Isso é fato no Ocidente e no Oriente. Se tal fato é bom ou ruim, não se tem ideia. Porém, é muito provável que a resultante das forças divergentes de antagonismos ideológicos seja capaz de mostrar suas garras. Deve-se esperar um pouco para ver os primeiros acontecimentos da história a porvir.

O ser humano gastou pelo menos 2 milhões de anos para construir um tipo de cultura universal que permitisse, pelo menos, a coexistência instável entre povos de distintas origens. Não foi um trabalho de indivíduos. Foi obra insana e incansável de muitas gerações que, embora incompleta, plena de ensaios e erros, fez com que os humanos conseguissem ser hipócritas quase leais nas suas relações. Vê-se isso entre vizinhos do mesmo prédio, nas ruas, cidades e em Estados nacionais.

Dentre uma infinidade de “doces expressões”, dá-se o nome as essas relações instáveis de saudável convivência ou apenas de“boas maneiras”. Pura mentira hipócrita.

No cenário atual da nação brasileira o quadro é ainda mais grave. As “boas maneiras” foram estraçalhadas e jogadas em lixeiras. Para explicar esse perigoso processo, requer que se identifique os fatos principais que o causam:

  • Ano de eleições presidenciais, com o mesmo partido impondo-se a qualquer custo para continuar por mais quatro anos no poder. É seu desejo permanecer devorando as riquezas do Estado.
  • Economia brasileira em avançado estágio de dissolução: indústria a desfalecer, redução na oferta de empregos, dívida pública próxima de R$ 2,5 trilhões, inflação acorrentada no topo da meta, contabilidade criativa, PIB muito fraco.
  • O dispendioso circo armado pelo governo, por força da Copa da Fifa, isenta pelo governo federal de pagar qualquer tributo.
  • A infinidade de obras superfaturadas, inacabadas, levando a crer em corrupção intensa, com elevada frequência.
  • As torpes declarações de vários membros do partido, sempre em defesa de sua incompetente candidata, a fazer agressões ao povo brasileiro.

Como dito acima – ”a ocorrência de distúrbios e conflitos de valores há muito consagrados no mundo” –, esses fatos simultâneos são a completa inversão de valores humanos seculares. Sendo assim, o que esperar como resposta de um povo enganado, frustrado e atormentado? No mínimo vaias dirigidas à soberana e suas facções.

Em outras nações, com cultura não universal, fatos similares desencadearam guerras civis, golpes de Estado e até mesmo a execução sumária dos estelionatários políticos. Cuba é um caso a ser lembrado, ainda que tenha trocado apenas suas moscas.

Mas por falar em Copa, Fifa, Vaias e Cuba, comemorando os 70 anos de Chico Buarque e seu carinho pela ditadura cubana, em 1977 ele compôs uma música inaudita, com refrão especial para o momento. As vaias nos estádios para a Fifa e outros poderiam ser melhores do que “Joga bosta na Geni !!!”, com berros uníssonos?

Zepelim prateado

Zepelim prateado

Para quem não se recorda da letra e música, basta clicar em “Geni e o Zepelim”. Mas nunca se esqueça da frase do inesquecível Nelson Rodrigues: “No Maracanã, vaia-se até minuto de silêncio e, se quiserem acreditar, vaia-se até mulher nua”.

Aguarde nossa resposta...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s