A irresponsabilidade na produção


Era do consumismo desenfreado.

Os mercados consumidores crescem em alguns países, mesmo com economias deficitárias e risco de recessão. Alguns produtos de países desenvolvidos têm seus preços reduzidos de modo à atender a uma clientela maior. Para tanto, sua “produção é exportada” para países que possuem mão-de-obra barata.

Países que usam operários sem contrato, a trabalhar 60 horas por semana, em verdadeiro regime de semiescravidão. Isso não é globalização, é ganância. Os resultados são produtos de má ou péssima qualidade.

Por óbvio, têm-se clientes não atendidos, a sofrer as consequências nefastas dos produtos que adquiriram.

Focalizamos neste artigo quatro casos de interesse para todos os consumidores: a explosão de telefone celular, o notebook incendiário, o constrangedor traje para ginástica olímpica e o veículo com defeitos produzidos pela fábrica.

Em nenhuma das situações nos referimos às marcas dos produtos, visando a evitar retaliações jurídicas…

Explosão de celular

Alguns modelos de celular, conhecidos como inteligentes (smartphones), já explodiram em diversas ocasiões, causando danos pessoais e patrimoniais a seus proprietários.

Resultados da explosão de um celular

Resultados da explosão de um celular

Explosão de celular no portaluvas de um automóvel

Explosão de celular no porta-luvas de um automóvel

Notebook incendiário

Alguns modelos de laptops e notebooks, talvez também de tablets, devem ser operados em bases de metal, vidro ou madeira sólida. Sobre panos, almofadas e camas têm risco de causarem incêndios.

Cuidado, laptop incendiário!

Cuidado, laptop incendiário!

Constrangimento da atleta

Os trajes utilizados nas provas de atletismo muitas vezes são extremamente justos. Os maiôs das atletas da ginástica de aparelhos são justíssimos. Agregue-se a isso o fato de que sempre estão vestidos diretamente sobre a pele. Imagine então se sua costura se rompe durante uma apresentação nas barras paralelas. Sem dúvida, será muito constrangedor para a atleta. Trata-se de um ultraje sem explicação.

Constrangedor e indesejável para uma atleta de qualquer idade!

Essa imagem é montada. Mas seria constrangedora para a atleta.

Veículo importado com defeitos de fábrica

Por fim, têm-se as empresas montadoras que produzem defeitos no lugar de veículos. Temos um grande amigo que adquiriu um deles, com os seguintes problemas:

  • Vazamento de óleo em rolamento do motor após 24 horas da compra.
  • Vidro elétrico traseiro não abre.
  • Mesmo depois de várias revisões, o vidro continua a não abrir.
  • Bateria acabou em menos de um ano, sem garantia.
  • Ar condicionado não funciona desde a compra do veículo.
  • Ferrugem de fábrica.
  • Quebra das duas presilhas do para-choque dianteiro; não tem conserto.
  • Borracha das portas traseiras danificadas.
Carro novo enferrujado de fábrica

Carro novo enferrujado de fábrica

Nosso amigo devolveu o veículo para a revenda autorizada, entrou com ação na justiça e está sem carro há cerca de seis meses, a aguardar a reposição do defeito produzido pela fábrica

Aguarde nossa resposta...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s