Gavião-Carijó: sua beleza e abundância


Em homenagem aos nossos amigos ornitólogos e aos observadores de aves e pássaros. Em nossa infância, no bairro de Santa Teresa, Rio de Janeiro, tivemos inúmeras oportunidades de avistar casais de gavião-carijó a fazer acrobacias rapinantes e circulares em busca de alternativas de alimentação. Seus piados agudos permanecem gravados em nossa memória.

O belo voo do Gavião-carijó

Características gerais

O gavião-carijó (Rupornis magnirostris) é uma ave da família dos acipitrídeos, encontrado em diferentes ambientes, ocorrendo no México, em todo o Brasil e em regiões da Argentina. Adapta-se muito bem aos centros urbanos e é a espécie de rapina predominante no Brasil. Também é conhecido pelos nomes de gavião-indaié, gavião-pinhel e gavião-pega-pinto, dentre outros. Galos e galinhas adultos sempre dão sinais estridentes quando de sua aproximação. Como dizem alguns especialistas, o Pega-Pinto é um terrorista em ação nos galinheiros!

Como qualquer ave de rapina tem papel relevante na estabilidade de espécies da fauna, promovendo a seleção via suas ações de predação. Dessa maneira, sobretudo em centros urbanos, por exemplo, auxiliam na redução da população de ratos e pombos.

Descrição

Têm comprimento entre 30 a 40 centímetros, pesando de 250 a 300 gramas. As fêmeas são cerca de 20% maiores e mais pesadas do que os machos.

Gavião-carijó

Há grande diferença entre os adultos e os imaturos, sendo que os últimos podem ser confundidos com várias outras espécies de gaviões, por apresentar coloração marrom-carijó. Já os adultos possuem a ponta do bico negra com a base amarelada, a cabeça e a parte superior das asas tornam-se cinzas a medida que a ave amadurece. O peito é ferruginoso, a barriga e as pernas são brancas e traçadas com listras da cor da ferrugem. A base da cauda é branca, mas vai se tornando listrada em direção à extremidade. Existem duas listras negras bem visíveis na extremidade da cauda. Quando em voo suas asas são largas e de comprimento médio. Não obtivemos informação sobre sua envergadura, mas estimamos que varie entre 45 e 55 cm. A coloração básica da parte inferior das asas é bege estriado com listras escuras.

Alimentação

Em decorrência de sua ocorrência em grandes áreas geográficas, seus hábitos alimentares o classificam como um generalista, ou seja, um bom de bico, alimentando-se desde insetos, pássaros de menor porte, pequenos lagartos (camaleões). Durante o dia ataca abrigos de morcegos enquanto dormem. É um predador dos ninhos de outras aves, sendo perseguido invariavelmente por siriris e bem-te-vis.

Hábitos reprodutivos

Os casais de gavião-carijó constroem ninhos de gravetos revestidos por folhas, com cerca de 50 cm de diâmetro, geralmente no topo de árvores de maior porte. Tivemos oportunidade de assistir ao período reprodutivo desses gaviões, construindo seu ninho e chocando ovos no topo de uma grande jaqueira ao fundo de um grande terreno, em Santa Teresa.

As fêmeas apresentam os dois ovários desenvolvidos, em vez de apenas o esquerdo como nas outras aves. Sua postura em média é de dois ovos. Deposita-a sobre um manto de folhas secas, sendo incubados pela fêmea. Durante cerca de um mês, a fêmea é alimentada pelo macho. Os ovos são geralmente manchados, de cor muito variável, mesmo em uma mesma postura. No período de reprodução torna-se agressivo, atacando até mesmo seres humanos que se aproximem de seu ninho.

Referências:

  • Wikiaves, acessada em 7 de agosto 2012.
  • Aves de Rapina do Brasil, acessada em 7 de agosto de 2012.

Sem qualquer finalidade comercial de nossa parte, as tomadas fotográficas apresentadas são reproduções obtidas nestes dois sites, os quais podem ser acessados em links preferenciais de nosso blogue.

2 pensamentos sobre “Gavião-Carijó: sua beleza e abundância

  1. Que tal um criatório dessa beleza de gavião em Copacabana e Botafogo para reduzir a população insuportável de pombos! Quem sabe acaba ou reduz com a quantidade de ninhos de pombos nos telhados e nos buracos de ar condicionado…

    Curtir

    • Houve uma época que um falcão Peregrino sobrevoava a Cinelândia comendo pombos e ratos. Foi muito bom, pena que não carregou alguns então vereadores. O ninho deles (dos vereadores) continua sujo e no mesmo lugar, bem pertinho dos cocos de pombo…

      Curtir

Aguarde nossa resposta...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s