Etna: o maior vulcão ativo da Europa


De todos os eventos naturais cataclísmicos, as erupções vulcânicas estão entre os mais impressionantes, dadas sua imprevisibilidade, violência e inúmeras consequências que acarretam: lançamento de rochas, fluxos piroclásticos (correntes de lava), geração de gases tóxicos e efeitos sísmicos.

Existem no continente europeu cerca de 100 vulcões que foram ativos durante os últimos 10.000 anos. Na Grécia e na Itália, foram registradas 140 erupções desde o século XVI.

Pergunta-se: ─ E se, de forma inesperada, alguns desses vulcões saíssem do estado de aparente sossego, tal como aconteceu com o Pinatubo, nas Filipinas, após 4.000 anos de silêncio?

O vulcão Etna situa-se na parte oriental ilha da Sicília, Itália, mais exatamente entre as províncias de Messina e da Catania. Com seus 3.340 metros de altitude (que variam em função de suas constantes erupções), é a montanha mais alta daquele país.

Colunas de fumaça numa das erupções do Etna, em 2012

Traços geológicos do Etna

A atividade do Etna começou há cerca de 500.000 de anos, com erupções sob a superfície marinha, junto à costa da Sicília. O vulcanismo começou a ocorrer há cerca de 300.000 anos, a sudoeste do cume atual do vulcão, para o qual se foi movendo desde 170.000 anos passados. As erupções de então construíram o cone vulcânico principal, formando um “estrato vulcão” em sucessivas erupções.

O crescimento do Etna foi interrompido por erupções maiores que levaram ao colapso do cume então existente para formar grandes caldeirões de rocha e magma.

Entre 35.000 e 15.000 anos passados o vulcão Etna tem experimentado erupções altamente explosivas, gerando fluxos piroclásticos que deixaram extensos depósitos de ignimbrita. As cinzas destas erupções já foram encontradas em lugares distantes, como em Roma, a 800 km ao norte do monte Etna.

Além de ser o vulcão mais alto da Europa, o Etna é também a mais alta montanha da Itália ao sul dos Alpes. A extensão total da base do vulcão é de 1.190 km², com um perímetro de 140 km, o que faz do Etna o maior vulcão da Europa, superando em quase três vezes o vulcão Vesúvio.

Foto do Etna tomada da Estação Espacial Internacional

Palavra de vulcanólogos e da ONU

“É um dos vulcões mais ativos do mundo e está praticamente em constante erupção. Eventualmente, o Etna pode ser bastante destrutivo, mas, normalmente, as erupções não oferecem grande risco à população que vive nas localidades próximas. Os solos vulcânicos em redor propiciam bons campos para a agricultura, com vinhedos e hortas espalhados nas fraldas da montanha e em toda planície de Catania”.

Parece que cientistas estão propondo trocar a estabilidade dos ecossistemas naturais e humanos do entorno do Etna por vinhedos e hortas em solos vulcânicos. Isso seria um disparate. Eles que tentem descobrir e melhorar as formas de sinalização prévia de erupções vulcânicas, pois diversas espécies de animais já o fazem há muito tempo.

Curiosamente, devido à recente atividade vulcânica do Etna e ao fato de estar numa região densamente povoada, o Etna foi designado pelas Nações Unidas como um dos “16 Vulcões da Década”. Mas, o que isso significa? Uma vitória olímpica? Seria uma “premiação da ONU para o vulcão vitorioso”?

Considerações do blog

Uma grande erupção na Europa teria consequências muito graves para a população e o ambiente. É evidente que não se pode evitar este tipo de evento. Por outro lado, é possível prever, ainda que sem exatidão, os sinais de uma erupção e tomar todas as medidas necessárias para salvar vidas humanas e reduzir perdas ambientais e econômicas.

O principal desafio consiste na melhor compreensão dos complexos processos vulcânicos e na detecção antecipada dos sinais precursores de uma erupção. Para isso, é interessante que cientistas combinem e integrem várias abordagens científicas. A concepção de técnicas de medidas normalizadas é elemento relevante para possibilitar a comparação entre vulcões de diferentes tipos e seus comportamentos históricos.

Um pensamento sobre “Etna: o maior vulcão ativo da Europa

Aguarde nossa resposta...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s